top of page

Uma Aventura de Outro Mundo


Assisti recentemente a nova animação da Pixar, Soul. Um filme que parece ter sido concebido apenas com o proposito de passar uma mensagem. No filme, somos apresentados a Joe Gardner, um pianista talentoso que infelizmente não recebeu o reconhecimento que merecia, Gardner finalmente tem a chance de mostrar seu valor, quando acaba morrendo em um acidente. Gardner pensa ter perdido tudo, mas é aí que o filme começa a tentar nós passar uma mensagem, martelando-a a cada cena, a de que não precisamos de um proposito ou missão, a mensagem que não nascemos com um plano definido e que nós é que construímos o que será nossa vida. É curioso perceber que a mensagem é realmente muito válida e de certa forma, pode servir como uma luva a pessoas que estão cegas, em busca de um único plano, esquecendo do resto. Apesar disto, a mensagem não é passada de forma subliminar ou mesmo através de indiretas, o filme reafirma sua ideia ao passo que o enredo avança, esquecendo de todo o resto, Soul acaba pecando exatamente na mensagem que quer passar, ele foca demais na mensagem e esquece a construção de personagens, esquece a qualidade do enredo e todo mais, quase tudo é feito para mostrar ao público, essa mensagem. Essa insistência acaba deixando o filme repetitivo, tirando o brilho e deixando nítido o rumo que o enredo pretende seguir.

Aos poucos percebo que a febre Marvel de universo compartilhado, se espalha mais e mais, fazendo com que mais e mais filmes busque esse conceito, a Pixar está tentando aos poucos, criar uma espécie de universo focado no psicológico ou algo parecido, infelizmente o assunto não é tão interessante para crianças e precisa ser abordado de forma mais subjetiva para agradar adultos, não é um filme ruim, longe disso, mas sua insistência parece para com o público, como se nós estivéssemos obrigatoriamente na mesma situação em que Joe se encontra, o que não é o caso da maioria das pessoas.


Sinto que faltam animações de qualidade e que realmente se destaquem, citando aqui Toy Story 1 e 2, A era do gelo, Madagascar e outras tantas, talvez o fato de o público mais adulto ter assistido tanto a esses filmes, tenha causado um impacto na forma com que eles são elaborados, as vezes não queremos mensagens e filosofias, só queremos dar boas risadas e assistir alguns animais conversando entre si, nem tudo precisa ser uma fabula.

É isso, seja criativo.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page