top of page

Atenção Marujos

Vez ou outra o assunto volta, com a insistência de um protagonista de anime, a pirataria tende a ser debatida tantas vezes que fica difícil entender por que não há consenso, o curioso é que as vezes, nem mesmo os defensores conseguem ser coerentes com seus argumentos. Então para começarmos pergunto, seria a pirataria para o desenvolvimento de jogos, o mesmo que a Terra plana é para os geógrafos, astrólogos e tantos outros estudiosos?



Primeiro que de forma sutil dizer que mesmo não podendo julgar o que está certo ou errado, afinal não cabe a mim, a pirataria está descrita na lei penal brasileira como crime, então para mérito de certo ou errado, ela está sim errada.


A pirataria consiste em um produto que pode ou ser adquirido por meios ilegais (me pergunto por que não é chamado de roubo, se basicamente é a mesma coisa) ou na cópia, não necessariamente perfeita do produto original, vamos focar no primeiro caso. Softwares, por não possuírem um corpo físico, podem ser copiados infinitas vezes, tornando o ato da pirataria, relativamente mais fácil. Empresas sempre buscam investir em tecnologias que possam impedir o uso ilegal do produto, mas vez ou outra, isso não é o suficiente. Os usuários quebram a segurança do produto e através de um recurso chama crack, conseguem reproduzir e utilizar o software, da mesma forma que o utilizador do produto original (e pago) utiliza. Isso facilita as coisas, o produto chega “de graça”.


Sei que de certa forma, falei de coisas obvias até aqui, mas é neste ponto que quero me focar, saber que algo está errado e mesmo assim insistir? Quando decidimos que queremos nós tornar desenvolvedores de jogos, mesmo que por hobie, acredito que tenhamos que ter consciência do mercado em que estamos entrando, ninguém começa a concertar sistemas de refrigeração sem ter uma vaga noção do que está acontecendo no mercado e a mesma coisa devia se aplicar aos desenvolvedores de jogos. Quando estamos iniciando nossas vidas, é sim muito comum que não tenhamos dinheiro a disposição, mesmo que pouco (RPG Maker VX Ace custa em média R$ 12,49 em uma promoção), ninguém deveria ser proibido de seguir seu sonho por não poder bancar ele naquele momento, então a maioria recorre a meios paralelos, como a pirataria, e isso é perfeitamente normal, mesmo que de forma estranha, o individuo que pretende aprender a usar um software, com a intenção de adquirir ele posteriormente, estará ajudando a empresa, o problema ocorre quando este mesmo individuo começa uma espécie de luta contra o sistema.


A situação do país está sim, cada vez pior, mas não podemos justificar tudo com este argumento, entender que, caso todos passem a usar de meios ilegais para adquirir produtos irá quebrar grandes empresas, é um passo importante para o desenvolvedor. Já vi casos em que a pessoa não somente usou do produto ilegal, como falava mal da empresa aos sete ventos, imaginem se essa empresa fosse a sua e o seu jogo, que garante uma receita ao final do mês, teve um índice de 30 ou 40% de cópias piratas sendo distribuídas, é isso que acaba acontecendo. Existem pesquisas que dizem que a pessoa que usa de software ilegal, não causa impacto na receita da empresa, pois de qualquer forma, ela não iria adquirir o produto. De certa forma é verdade, mas o deixar de ganhar pode ser comparado ao perder em muitos casos, o que faz com que algumas empresas possam refletir o valor que deixou de ser gerado com o aumento no custo do produto, causando dano a todos os consumidores que estão dentro do que é considerado o certo.




Dentro da nossa realidade, acho que a pirataria não deixará de existir tão cedo, e direta ou indiretamente, devemos ser gratos a existência dela, eu mesmo, não teria jogado jogo algum no meu Playstation 1 ou no 2, não fosse a pirataria. Até mesmo fico fez em ver quando alguém vai além e se dedica em um software, pois tem um sonho, mesmo que esse seja pirata. Aprender nunca é errado, mas incentivar que mesmo aqueles que possuem recursos para adquirir um software, continuem usando de meios ilegais, isso é errado. Então concluindo, se você pode, compre o software, você está ajudando não somente a empresa, mas também aqueles que não podem comprar naquele momento, antes mesmo de ser honesto para com o mundo externo, você precisa ser honesto consigo mesmo.


Seja criativo.



17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page