top of page

Caos em meio a diversão - Nazila30

Atualizado: 17 de jan.

Um jogo precisa ser divertido!


Iniciando uma série de reviews textuais, baseadas nos games que passam no canal, trago a vocês, Nazilla30. Um game com mecânicas simples, diálogos divertidos e as vezes, alguns puzzles.


Não sou fã de puzzles, eles me tiram a paciência e muitas vezes me roubam a imersão, sempre que vejo um game com está temática, torço o nariz na hora, confesso que com Nazila, aconteceu um pouco disso. Logo no começo, o game taxa o jogador como desnecessário, o que tira qualquer um da cadeira. É esquisito pensar em como um dialogo entre gamedev e player, pode se tornar tão esquisito, Nazila mostra isso logo nos primeiros minutos. Antes mesmo de chegarmos ao controle do personagem, somos bombardeados de textos caóticos e até agressivos, isso desanima e sem dúvida, espanta a vontade de seguir na gameplay. Aos poucos o jogo se constrói diante do jogador, como se o gamedev estivesse aprendendo e evoluindo junto da progressão do game, mapas melhoram, mecânicas melhoram, diálogos tomam personalidade e tudo isso começa a atrair a boa e velha diversão. Então vamos voltar aos princípios e destacar o ponto mais preocupante em Nazila30, ele não sabe se apresentar. Assim como um bom filme de ação que joga uma bomba na tela, logo nos primeiros 30 segundos, os jogos precisam começar explodindo, atraindo o jogador desde o começo. Nazila tenta beber da fonte do antigo game, mas isso deixa um ar de desleixo em seu potencial, fato que se provou real quando ao postar o primeiro vídeo, muitos comentários negativos surgiram, coisa que até o momento, não ocorreu no terceiro vídeo do mesmo jogo. Então fica como conclusão, Nazila tem muito para onde expandir sua qualidade, o ponta pé inicial para isso é investir mais em uma introdução que deixe claro para o jogador, que ele não está jogando tempo fora ao clicar em "new game".



Quando tratamos de enredo, podemos dizer que nem tudo está claro e essa parece ser a intenção do game. É nítido que temos um isekai aqui, em certo ponto é legal saber que o enredo irá se apresentar mais a frente, a dúvida é, será que essa narrativa funciona? Acho um tanto difícil dar uma resposta final para a pergunta, então vou apenas opinar aqui, para mim não funcionou. O fato de sermos jogados em um novo mundo, funciona, mas a falta de pistas ou mesmo um simples detalhe para refletir sobre onde estamos ou por que estamos, fez com que eu esquecesse que queria uma resposta, simplesmente aceitei e não esperei nada conclusivo tão cedo. Aquela sensação de, "não vou me esforçar, mais pra frente terei todas as respostas", remete a um livro complexo de matemática, onde as respostas ficam na ultima página, você precisa folhear o livro, mas tem certeza que as respostas estão lá. Acredito que atiçar a curiosidade do jogador, seja o suficiente para avivar a necessidade de entender onde ou por que de tudo o que acontece. Por outro lado, fico feliz em dizer, os diálogos seguem outro caminho, bem construídos, precisos e até divertidos, são o ponto mais forte do game. Apesar do uso excessivo das reticencias, logo que encontramos nossa primeira parceira, os diálogos melhoram de forma excepcional, deixando a experiência muito mais divertida.



Nazila30 carece de melhorias visuais, alguns toques na gameplay e principalmente, um trabalho mais apurado em sua introdução. Mas é importante destacar que sua carência não limita em nada a diversão, então com certeza, este é um daqueles jogos que valem o seu tempo.




 

Faça sua pergunta

  • Escreva uma resposta

  • Escreva uma resposta

Abaixo, as três partes da gameplay do game:

Parte 01: https://youtu.be/mlHsRZb-6K8

Parte 02: https://youtu.be/UalKJxGjssU

Parte 03: https://youtu.be/pLA_Tu-nbm8


Link para download do game:

https://lucalizana.itch.io/nazila30

Versão jogada no canal:

https://1drv.ms/u/s!Aoi6lR41uUOrn5AjD0uZOedPobY5BA?e=Jb2G7x








24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page